Trilha Java EE University

Sempre evoluindo como linguagem e como plataforma

Esta trilha é destinada aos estudantes e profissionais que estão iniciando na tecnologia Java. A ideia central, desta trilha é mostrar como trabalhar com tecnologia Java, como se consolidou no mercado atual e como o Java pode ser a plataforma ideal para seus futuros negócios.


Público Alvo

Universitários, estudantes, gerentes e profissionais interessados na tecnologia Java.


O que são as trilhas University ?

As trilhas University são destinadas a estudantes e profissionais que estão iniciando na tecnologia discutido na trilha. As palestras têm nível mais introdutório, foco educacional e sempre que possível prático. Para que os participantes possam encerrar o dia com sentimento de aprendizado e ainda mais motivados.

Especial para estudantes

Estudante com carteira de estudante paga meia nas trilhas University!
Antes de fazer sua inscrição, é necessário solicitar seu código promocional enviando cópia de sua carteira de estudante para tdc@globalcode.com.br. Não faremos devolução após a inscrição feita.



Horário Palestra
08:30 às 09:00 Credenciamento
09:00 às 10:00 Abertura
10:10 às 11:00 Java EE mais leve e produtivo do que você pensa
Java EE mais leve e produtivo do que você pensa
Bruno Borges
A plataforma e o framework Java EE oferecem o ambiente perfeito para iniciar no desenvolvimento de aplicacoes Java, seja para Web, dispositivos embutidos ou aplicacoes ricas. Conheca os recursos que voce pode utilizar para maximizar um desenvolvimento limpo, conciso e reutilizavel de funcionalidades

Bruno Borges
11:10 às 12:00 Clean Code: Código Java Elegante
Clean Code: Código Java Elegante
Rogério Fontes Tomaz
As vezes deixamos os curtos espaços de tempo nos levar a criar códigos para ser entregues, baseado em pressão, estresses e demais situações. O que pode deixar o nosso código bastante ruim, e até mesmo pode fazer perdemos o nosso projeto, com infindáveis acertos no códigos e difíceis leituras para os mantenedores desses projetos. Com algumas técnicas simples podemos deixar nosso código limpo e pensar em que fazer para que os outros programadores possam entender nosso código e saber o que queríamos "expressar" nele. Temos que pensar como "nós autores de códigos escrevemos e o que as pessoas ao lerem nossos programas entendam e o façam como se estivessem lendo um livro" (Uncle Blob - Clean Code: A Handbook of Agile Software Craftsmanship) Vamos falar e dar exemplos: Como deixar seu código mais limpo e significativo. Como criar melhores funções. Se seu código é significativo e auto explicativo, porque comentários que não significam muito? Melhorando os tratamentos de erros no seu código. Usando TDD (Test Driven Development) e testes limpos para melhoria e refatoração do seu código limpo. Evolução do seu código para lermos como um livro (código limpo)

Rogério Fontes Tomaz
12:00 às 13:00 Intervalo para almoço*
13:10 às 14:00 Introdução à JPA 2 e Hibernate
Introdução à JPA 2 e Hibernate
Frederico Maia Arantes
Quando falamos em persistência de dados em Java, falamos de JPA e Hibernate. Seja na Web ou Desktop estes frameworks dominaram o mercado com sua produtividade e é essencial aos desenvolvedores conhece-los! Veja nesta palestra como é fácil persistir dados, fazer o mapeamento objeto-relacional, manipular entidades, utilizar herança e conhecer algumas boas práticas que devem ser utilizadas!

Frederico Maia Arantes
14:10 às 15:00
JSF 2 -> Java "Super" Faces
JSF 2 -> Java "Super" Faces
Filipe Portes
JSF é a especificação padrão para o desenvolvimento de interfaces web em Java e faz parte do Java EE, conheça essa especificação que se tornou uma das mais populares do mercado, e todas as novidades da versão 2 que a tornaram ainda mais fácil de utilizar e produtiva. Essa palestra vai dar uma introdução ao uso da especificação JSF 2 em um servidor Java EE, e também algumas opções de bibliotecas de componentes que a tornam ainda mais completa como RichFaces e PrimeFaces

Filipe Portes
15:00 às 15:30 Coffee-break & networking
15:40 às 16:30 O "I" do CDI (Stadium)
O "I" do CDI (Stadium)
Raphael Helmonth Adrien Caetano
Contexts and Dependency Injection ou simplemente CDI, é a grande novidade da especificação da plataforma Java EE 6. Esta API foi liderada pelo criador do Hibernate e Jboss Seam, Gavin King, adicionando o suporte a ?Injeção de Dependências? e um novo padrão de programação, chamada de anotações qualificadoras, para unir os Beans, suas dependências, seus interceptadores, decoradores e seus consumidores de eventos. Esta apresentação tem objetivo de introduzir e descrever os principais conceitos e recursos do CDI, facilitando a construção de aplicações Java EE robustas com alta produtividade.

Raphael Helmonth Adrien Caetano
16:40 às 17:30 Por dentro da JVM
Por dentro da JVM
Felipe Freitas Fonseca
A palestra tem como foco promover uma introdução à Java Virtual Machine para estudantes que estão ingressando como desenvolvedores usando tecnologias Java. Tópicos sobre como a JVM faz o trabalho de gerência da memória para o programador, o que é o garbage colector e um pouco do seu funcionamento, e linguagens suportadas pela JVM, serão abordados.

Felipe Freitas Fonseca
Java OO - Você fez o dever de casa?
Java OO - Você fez o dever de casa?
Fernando Medeiros
O coração de um software é o algoritmo.? Com esta frase de efeito vamos nos perguntar: E eu estou realmente aprendendo a desenvolver algoritmos? Estarei eu escrevendo bons códigos? Eu realmente estou entendendo o que é paradigma OO? Ou será que me preocupo muito com a montagem do ambiente e esqueço o principal?

Fernando Medeiros
Quero ser programador e agora ?
Quero ser programador e agora ?
Otávio Gonçalves de Santana
Ao iniciar uma carreira profissional, surge diversas dúvidas como: Por onde começar? O que é indispensável? Como evoluir na carreira ?etc. Conheça algumas boas dicas para se tornar um ótimo programador

Otávio Gonçalves de Santana
17:40 às 18:30 100 anos de código
100 anos de código
Daniel Alves de Oliveira Junior / Paulo Jerônimo / Marcelo Sousa Ancelmo
Falar da carreira Java, experiências profissionais com Java e grupos de usuarios.

Daniel Alves de Oliveira Junior / Paulo Jerônimo / Marcelo Sousa Ancelmo
18:40 às 19:00 Encerramento e sorteios

* Todos os participantes receberão um sanduíche do SUBWAY na hora do almoço

Obs.: Grade sujeita a alteração

Raphael Helmonth Adrien Caetano

Raphael Helmonth Adrien Caetano


Desenvolvedor Java com mais de 5 anos de experiência, e JUG Leader do GoJava ( Grupo de Usuários Java do Estado de Goiás) e coordenador da iniciativa JEDI no estado de Goiás, e já palestrou em diversos eventos importantes sobre Java, como JustJava e JavaOne Brasil. Já ministrou diversos treinamentos para empresas privadas e públicas.


Flavia Suares

Flavia Suares


É coordenadora do Gojava juntamente com o Raphael Adrien, Marcelo Quinta e Filipe Portes, entusiasta de software livre, membro do grupo /mnt (mulheres na tecnologia).


Felipe Freitas Fonseca

Felipe Freitas Fonseca


Graduando em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Goiás e bolsista da CAPES. Ama informática e é programador e músico nas horas vagas.


Frederico Maia Arantes

Frederico Maia Arantes


Desenvolvedor de Software Java e Grails. Empreendedor. Instrutor Java. JUGLeader do Gojava. Certificado OCJP6. Trabalha na Fibonacci Soluções Ágeis. Fundador do What's Job?! (Portal de empregos de TI). Já escreveu para a Easy Java Magazine. Palestrante do Gojava, Gogtug e eventos como CET-UFG, TDC 2011 e FLISOL.


Paulo Jerônimo

Paulo Jerônimo


Paulo Jerônimo é triatleta e, nas horas vagas, desenvolve em algumas linguagens de programação. ;) Possui experiência em arquitetura, desenvolvimento e infraestrutura para o atendimento a requisitos não funcionais em softwares de missão crítica, escaláveis e tolerantes a falhas, executados por clusters de servidores de aplicações


Bruno Borges

Bruno Borges


Gerente de Produtos da Oracle na linha Java EE como GlassFish e WebLogic. Profissional da área há 10 anos, atuou em empresas como EDS/HP, CETIP, Summa Technologies, CETIP, Neociclo e agora arquiteto de sistemas na wdev; desenvolve softwares e soluções em padrões de integração (EIPs), aplicativos Web e aplicativos Android. Participante de comunidades de software livre (RioJUG, SouJava, Apache Software Foundation, #horaextra), fundou o grupo Wicket em Português e contribui para projetos Open Source da ASF.


Daniel Alves de Oliveira Junior

Daniel Alves de Oliveira Junior


Daniel deOliveira é JUG Leader e fundador do DFJUG, um dos maiores grupos de usuários Java do mundo. é Mestre em Gestão do Conhecimento e instrutor de Java para PNE (cegos, surdos, cadeirantes, etc...) em Brasília. Pesquisador do Centro de Pesquisas em Arquitetura da Informação ? CPAI da UnB. É Java Champion e um dos criadores do Rybená, que é um programa J2ME para celulares, que permite que um surdo "veja" palavras faladas na linguagem de sinais. é também responsável, nos sete paises de lingua portuguesa, pela Iniciativa JEDI, que é curso completo de engenharia de Software, livre e gratuito, que conta com mais de 16.000 alunos.


Raphael Helmonth Adrien Caetano

Raphael Helmonth Adrien Caetano


Desenvolvedor Java com mais de 5 anos de experiência, e JUG Leader do GoJava ( Grupo de Usuários Java do Estado de Goiás) e coordenador da iniciativa JEDI no estado de Goiás, e já palestrou em diversos eventos importantes sobre Java, como JustJava e JavaOne Brasil. Já ministrou diversos treinamentos para empresas privadas e públicas.


Filipe Portes

Filipe Portes


Coordenador do Grupo de Usuário Java de Goiás - GoJava e desenvolvedor FullStack apaixonado pelo que faz, possui mais de 7 anos de experiência com desenvolvimento e arquitetura Java para a Web, entusiasta de software livre, agilidade, devOps e muito mais. Atualmente é desenvolvedor na TecSinapse.


Rogério Fontes Tomaz

Rogério Fontes Tomaz


Apaixonado em código e formas ágeis de criá-los, Lider do UaiJUG (Grupo de Usuários do Triângulo Mineiro), e agora um novo empreendedor.


Marcelo Sousa Ancelmo

Marcelo Sousa Ancelmo


Marcelo S. Ancelmo é atualmente Senior IT Specialist na IBM, oferecendo aos clientes no Brasil soluções concretas com foco específico em arquitetura de software, plataformas de middleware, gerenciamento de desempenho e DevOps. Em seus doze anos de experiência prática área de TI, Marcelo tem ajudado, apoiado, mentorizado e suportado equipes de TI nos seus desafios com a infra-estrutura, arquitetura, desenvolvimento, implementação e operações de aplicações. Palestrante freqüente no desenvolvimento de software, arquitetura e DevOps, com uma presença ativa na comunidade de software no Brasil e um aficionado por Hackathons.


Fernando Medeiros

Fernando Medeiros


Web Design desenvolvedor front end, programador Java junior, hoje trabalho como Webdesigner e como programador Java junior onde trabalho em um programa de controle de produção desktop.


Otávio Gonçalves de Santana

Otávio Gonçalves de Santana


Otávio Santana (@otaviojava) is a developer and enthusiast of open source. He is an evangelist and practitioner of agile philosophy and polyglot development in Brazil. Santana is a JUG leader of JavaBahia and SouJava, and a strong supporter of Java communities in Brazil, where he also leads the BrasilJUGs initiative to incorporate Brazilian JUGs into joint activities. He is a cocreator and is also responsible for the Linguagil Group, merger of Java, Ruby, Python, and Agile groups that promotes agility across language-focused communities.



Data e Local

Sábado, 20 de Outubro de 2012

Das 8:30 às 19:00 h

Faculdade Fasam

BR-153 - Km 502 - Jardim da luz - CEP:74850-370
Goiânia - GO

Mais informações


Patrocinadores TDC 2012 Goiânia Microsoft Oracle Amazon Web Services Concrete Solutions PagSeguro DevMedia Intel Software Positivo Google Plusoft Oobj Mozilla InfoQ Brasil Octo Technology Sebrae - 40 Anos Faculdade FASAM R3TI Globalcode