TDC 2019
São Paulo
O encontro de comunidades e empresas no Brasil

Palestras

Conteúdo de Terça
13:10 às 14:00 Code Like a Girl - A importância da contribuição técnica feminina para as Comunidades
Andreza Rocha

Vou apresentar dados sobre a contribuição técnica feminina em fóruns e repositórios do GitHub/StackOverflow em 2019 e como evoluir na carreira também usando essas contribuições técnicas.

A empatia acabou. Agora é hora de falar sobre alteridade
Diego Rezende
Nos últimos anos vimos um crescente número de empresas e pessoas pregando a empatia, como se ela fosse a última grande conquista no design e que ela resolveria todos os problemas. Mas, falamos de empatia, entregamos empatia e os resultados continuam não aparecendo. Por quê? A empatia nos dá liberdade para ter dó do usuário e olha-lo de cima pra baixo e isso precisa acabar, agora precisamos falar sobre alteridade e como ela pode transformar o nosso jeito de fazer design. A empatia não pode ser seletiva.
14:00 às 15:00 Como fazer os recrutadores implorarem para te contratar?
Andre Baltieri

Durante meu tempo como Head de Pessoas, participei de inúmeras entrevistas e preciso te contar algumas coisas que SEMPRE chamam atenção na contratação de profissionais de tecnologia!

Como o TDC transformou a minha carreira em menos de 1 ano
Ana Kniphoff

Esta palestra conta como a minha participação como Público, Palestrante e Coordenadora do TDC transformou a minha carreira. Vou contar a minha trajetória de carreira desde as Humanas até a TI, e toda a minha trajetória até chegar a trabalhar como Engenheira de Pre-Vendas em São Paulo na SUSE, e, posteriormente como Tech Manager no Nubank, e como o TDC teve um papel decisivo nesta história. Prometi ao Christiano Linuxmen que um dia contaria esta história no TDC, que demonstra o potencial desta linda comunidade no desenvolvimento da tecnologia e da carreira de seus participantes.

15:00 às 15:30 Levei a faculdade de computação "daquele jeito". E agora?
Francisco Isidro Massetto
Muitos profissionais hoje enfrentam dilemas que quase que literalmente "tiram o sono" da galera: como resolver um problema difícil? E quando o framework não resolve meu problema? E quando as minhas ferramentas se esgotam para deixar algum código mais eficiente? Pois bem, hoje, se você, desenvolvedor, fez a sua faculdade de computação meio que "nas coxas", e não deu tanta importância as matérias "chatas", pode ter certeza: você vai se deparar com problemas que envolvem estas disciplinas. Já imaginou sua vida em São Paulo sem Waze? E você desenvolvendo rápido sem frameworks? IA? Machine Learning? R? Vamos bater um papo pra entender o que realmente faz diferença na carreira do profissional.
Softskill : Habilidades que todos desenvolvedores precisam ter
Isabela Gayno / Aline Albuquerque Fonseca

Em um mercado cada vez mais exigente como o da tecnologia, as habilidades fundamentais para profissionais de software são cada vez mais abrangentes, por isso, precisam ser analisadas com cuidado por quem deseja ter uma carreira de sucesso. "Descubra o que os desenvolvedores de sucesso "fazem" e faça você também.

16:40 às 17:30 Adoção da cultura DEVOPS e dos métodos ágeis para os alunos do ensino médio técnico do Instituto Federal em Guarulhos
Robson Lopes
Pouco menos de três anos que fiquei na gestão da educação do IFSP Câmpus Guarulhos aprendi muito, mas acabei me afastando do mercado e da área de informática. Quando acordei estava lecionando redes sem ensinar IPv6, falando de servidores sem conhecer Ansible e Puppet segurança sem pentest. Busquei capacitção, por meio, cursos, youtube e eventos, pois, alguém me disse uma vez que o aluno é espelho do seu professor. Fizemos discussões algumas alterações e melhorias foram feitas no curriculo da tecnologia. Mas aí pensei, putz?, Como ficam os técnicos de nível medio? eles estão chegando agora no mercado. Precisam saber sobre Agil, Scrum e Devops. Essa talk é para aprsentar nossos resultados.
Criando sua carreira sem recursos e sem apoio, na visão de um periférico
Matheus Hernandes

43% dos jovens periféricos desistem da escola antes dos 19 anos, 92% dos que concluem não sabem matemática, periféricos representam a minoria nas empresas. 2,8% das pessoas que acessam o StackOverflow são negras.

Quase todo mundo que fala sobre carreira em tecnologia, teve vários recursos e apoio de várias pessoas. Bom, a vida não é bem assim e aqui você vai descobrir a realidade crua e nua - essa talk é sobre como eu escapei dessas estatísticas e fiz minha própria carreira com contas a pagar, comida pra por na mesa, sem recursos e sem expectativa.

Conteúdo de Quarta
13:10 às 14:00 Comunidades: lugar que uma mulher levanta outras mulheres
Kamila de Fátima Santos Oliveira / Raquel Sousa Pereira

Nesta talk pretendemos falar de como as comunidades podem nos ajudar em todos os momentos da nossa carreira e que estamos aqui para uma levantar a outra.

[ND+I] Núcleo de Diversidade + Inclusão: motivações, implementação e aprendizados.
Caio Barão / Fernanda Araujo

Esse case mostra um estudo que guiou um grupo de 4 pessoas a conquistarem espaço dentro de uma empresa de telecomunições para impulsionar a iniciativa de Diversidade & Inclusão.

O ND+I é responsável por fomentar a importância de um ambiente diverso e inclusivo e também reforçar o cuidado que a companhia tem de oferecer um local seguro, acolhedor e com igualdade de oportunidade entre todxs.

A ideia é servir de exemplo para outros profissionais impulsionarem essa iniciativa dentro de suas empresas e contar o passo a passo da criação desse grupo para inspirar outras companhias a começarem a olhar com mais atenção para essa iniciativa.

14:00 às 15:00 O melhor trabalho do mundo: Developer Relations
Antonio Marin Neto
Várias empresas como Google, Microsoft, Amazon, Uber, e várias outras menores tem alguma área chamada Developer Relations, ou Evangelismo Técnico, e etc. Mas você sabe o que essas áreas fazem? Você sabe o que um Advocate, ou Evangelista faz? Nessa palestra Neto Marin, Developer Advocate no Google há 7 anos, vai explicar como essa área funciona, como vc pode entrar pra essa carreira e como é ser um DA em uma grande empresa, tendo saído das comunidades de software do Brasil.
Como não começar um negócio
Juliano Ribeiro

Essa palestra é um caso de falha, bem simples e sem muita teoria. Aqui quero contar a história de quando tive a minha empresa, a VertexSoft, e o que hoje eu evitaria se tivesse a chance de voltar no tempo e começar de novo.

15:00 às 15:30 Comunicação Empática - quem disse que é fácil se colocar no lugar do outro?
Maíra Blasi

Olhando para os lados, tanto na vida pessoal quanto profissional, podemos perceber que a palavra da vez é Empatia, mas será mesmo que a gente sabe se colocar no lugar do outro? Nessa palestra abordaremos os 4 passos da CNV (Comunicação Não Violenta) também chamada de Comunicação Empática - Observação, Sentimento, Necessidade e Pedido. Através dessas etapas, podemos gerar uma melhor compreensão sobre nós mesmos e sobre o outro, buscando uma conexão real e estabelecendo uma comunicação com mais propósito.

Gestão de Imagem: como construir uma imagem profissional autêntica
Marcelo Leite
Para conquistar sucesso profissional, uma boa imagem pessoal é fundamental! E essa é um tema bastante negligenciado pela maioria dos profissionais, sobretudo de tecnologia! Nesta talk, guiarei a audiência a reflexões que levam ao autoconhecimento, para construir uma imagem autêntica e consistente, além de indicar exercícios que ampliarão a auto análise, em uma jornada de descoberta de competências profissionais. Tudo isto atrelado à construção de uma imagem consistente que suporte os objetivos de qualquer profissional.
16:40 às 17:30 Ser líder: desafios da área e o que se ganha e o que se perde quando a liderança é feminina.
Eluza Pinheiro

Todo mundo conhece as dificuldades que temos quando nos tornamos líderes dentro do mundo de TI. Quando a liderança é feminina, o caminho pode se tornar ainda mais difícil. Abrimos mão de muitas faces do nosso feminino e inclusive, nos preparamos para isso. Mas existe um pacote invisível de mudanças inclusas com a liderança que ninguém conta ou explica. Nossa voz, comportamentos e síndromes que mudam para que sejamos parte atuante dentro do mundo corporativo de TI mostrados em dados e em como estamos mudando também o ambiente para que ele seja mais amigável para mulheres. Nesse talk, irei compartilhar minha experiência como líder dentro do universo da TI.

SuPyGirls: Uma proposta pedagógica adaptativa para ampliar a participação feminina nas áreas exatas através das Tecnologias.
BRUNA FIUZA FERREIRA
SuPyGirls é um projeto que visa desenvolver e ofertar ações afirmativas que promovam espaço, estimulem o ingresso nas carreiras de ciências exatas e valorizem a atuação feminina na tecnologia. É dividido em duas partes: a primeira aborda a introdução da linguagem de programação em Python na plataforma SuPyGirls para mulheres e a segunda a multiplicação de seu conhecimento através de oficinas. Tem como objetivo romper com barreiras sócio-culturais, mostrar que o lugar da mulher é, também, na ciência e na tecnologia. Utilizamos como metodologia educacional uma proposta pedagógica adaptativa que tem como intenção abordar tanto o lado cognitivo da aprendizagem como o lado sócio-emocional.
Conteúdo de Quinta
13:10 às 14:00 Meetransform: um espaço de expressão para a comunidade LGBTQI+
Mario Kanegae / Julia Spohr Reinhardt

Meetransform (reunião de transformação) é um projeto que nasceu da necessidade de proporcionar um espaço de expressão para a comunidade LGBTQI+ e promover o local de fala dentro de um ambiente seguro e acolhedor.

O projeto traz todo conteúdo que conduziu um grupo de 4 designers na criação de um evento onde o local de fala é promovido, sempre com olhar especial para transexuais e travestis.

O objetivo dessa palestra é compartilhar os aprendizados adquiridos pelo grupo e mostrar como a criatividade aplicada para resolver problemas pode curar dores e dar voz a quem muitas vezes tem sua fala menosprezada.

Mãe, mulher e excelente profissional !?! SIM é possível !!
Vera Cristina Castellões Otelac / Simone Cristina Camargo

Se você está em dúvida se consegue conciliar os filhos, casamento, cuidados com a família, e tudo que envolve o nosso mundo, e ainda ser uma excelente profissional, venha participar desse bate-papo e entender que para nós mulheres nada é impossível! Gostaríamos de compartilhar a nossa experiencia e algumas dicas que aprendi dos erros e acertos nesses muitos anos na carreira, de duas pessoas que são mães, mulheres e que amam o que fazem!

14:00 às 15:00 Como eu costumo aprender de forma eficiente
Marcos Felipe Nalin Furtado

Consumimos informações a todo momento, precisamos estar sempre atualizados com as novas tendencias, então como poder estudar e aprender tudo isso de forma eficiente? Isso é uma pergunta que provavelmente muitos vão fazer durante a vida e que durante um tempo foi muito pertinente em minha cabeça. Hoje desenvolvi um aprendizado de como aprender de forma mais eficiente e essa palestra irá contar esse relato e as técnicas utilizadas.

Career Design
Lilian Sanches

Temos 4 tipos de Profissionais: - Zeca Pagodinho - que deixa a vida me levar... - Se Deus quiser - reza pra nada dar errado, mas agir que é bom... - Rubinho - está sempre atrasado, defasado... - O que vem pra oficina de Career Design - que assume a carreira, estabelece metas e prioridades, investe em ser desenvolvimento e cuida da sua imagem.

E aí, que tipo de profissional és tu?

15:00 às 15:30 Trabalho remoto funciona?
Camila Macedo
Vamos falar um pouco sobre como equipes remotas e times distribuídos podem ser geridos e como fica a questão de produtividade e qualidade de vida dos colaboradores.
Estrutura flat: como funciona na prática
Taís Nunes

"Mas na prática, como funciona uma empresa sem lideranças?? é uma pergunta recorrente quando comento que trabalho em uma empresa que possui uma estrutura totalmente flat. Vamos refletir como é possível avaliar e desenvolver profissionais de tecnologia com feedbacks, conversas individuais e de time nessa estrutura horizontal. Além disso, mostrarei como desenhamos nossa estratégia para assegurar o crescimento profissional do nosso time.

16:40 às 17:30 Não existe solução certa, errada ou definitiva
Vanessa Serradas
Nós, designers temos o privilégio de dizer "eu não sei" e deveríamos dizer isso mais vezes antes de solucionar um problema. Cada pessoa tem uma bagagem diferente e é isso que faz a experiência do usuário ser interessante.
Conheça o ELA, a sua ajuda no silêncio
Lorena Dutra

Um projeto que está sendo desenvolvido por mulheres da área de tecnologia que acreditam que se apenas uma vida for salva com o nosso esforço, este projeto já ser muito válido. ELA é uma plataforma que funciona como um diário de desabafo sem exposição pública e nem julgamentos para mulheres que sofrem de violência e depressão. O Aplicativo trás várias funcionalidades úteis visando o processo do antes, durante e depois do fato. Sempre com o objetivos de oferecer acolhimento, tanto físico, quanto psicológico e jurídico a vitima.

Conteúdo de Sexta
13:10 às 14:00 Ciência de dados: inovação, impacto social, e a fronteira sem fim
Vinicius Santos

"Dados são o petróleo do século XXI", você já deve ter ouvido isso em algum lugar, talvez até em vários. A questão é que em geral essa frase vem sempre ligada a um otimismo as vezes até uma euforia. Mas existe um outro lado dessa afirmação não muito explorado: assim como o petróleo no século passado mudou a forma como vivemos e percebemos o mundo, quais os impactos da valorização dos dados para nossas vidas? O que devemos esperar das próximas décadas no que diz respeito a temas delicados como privacidade, políticas públicas e inovação? Já dando spoiler, sim devemos ficar otimistas, mas sabendo do longo caminho que temos ainda que percorrer.

[CASE] Cultura da inclusão: como trabalhar diversidade e inovação em empresas de tecnologia
Ivan Guevara

O Brasil é um dos países mais diversos do planeta, porém quando olhamos para um recorte das empresas brasileiras a realidade é, infelizmente, totalmente diferente.

Quer fazer parte desta mudança de cenário?

Entenda como a cultura de inclusão pode ser fundamental para se trabalhar diversidade e inovação dentro de empresas. Saiba como a KingHost, 3ª maior empresa de hospedagem de sites do Brasil, criou o comitê de Inclusão e Diversidade reunindo, de forma voluntária, 12% de seus colaboradores que discutem de forma orgânica e linear práticas e ações para reforçar o grau de pertencimento de pessoas dentro da empresa.

14:00 às 15:00 O tradicional especialista está com os dias contados para equipes ágeis?
Muniz Antonio

Diversos estudos apontam que as equipes multidisciplinares estão se tomando um requisito fundamental para a agilidade na era complexa que vivemos e o objetivo dessa palestra é apresentar a importância dos profissionais buscarem capacitação em forma de T, visando diversificar suas habilidades em outras áreas do conhecimento. A ideia é continuar com a comunidade uma discussão que iniciei no LinkedIn e buscar conclusões colaborativas

De desenvolvedor para líder técnico: 7 dicas para fazer uma boa transição
Vítor Bruno de Almeida

A carreira de desenvolvedor de software varia muito entre as empresas, mas é muito provável que, em algum momento, um desenvolvedor com alto grau de maturidade tenha que assumir responsabilidades fora do escopo técnico. Neste talk, Vítor irá levantar e discutir os 7 pontos que fizeram mais diferença em sua transição para Tech Lead dentro da Samsung

15:00 às 15:30 A importância do feedback na motivação e desenvolvimento de pessoas
Ruy Oliveira / Bruna Grellt
Dar e receber feedback muitas vezes parece um bicho de 7 cabeças. Mas cada vez mais ele é uma ferramenta importante no desenvolvimento e motivação das equipes. Através de uma visão de líder e liderado com algumas de minhas vivências, nessa palestra vamos falar um pouco sobre sua importância e as melhores práticas na hora de dar e receber um feedback.
Competências Essenciais para o Profissional do Futuro
João Paulo Coutinho

Com a Transformação Digital, todos os mercados sofrerão grandes mudanças estruturais. As tecnologias se desenvolvem em ritmo exponencial, mudando indústrias inteiras. As carreiras serão as mais afetadas, uma vez que os cursos disponíveis atualmente no mercado não conseguem preparar os profissionais para o que vem pela frente. A grande maioria das profissões relevantes dos próximos anos nem sequer existem. Como desconstruir o que acreditamos como carreiras? Qual o perfil esperado do profissional do futuro?

16:40 às 17:30 Hackeando a lógica das comunidades em unicórnios
Gabriela Neiusa

O que a 99, Nubank e Airbnb tem em comum? Fora serem startups que alcançaram a marca de US$ 1 BI, estes unicórnios são especialistas em atrair pessoas em torno de uma comunidade engajada. A internet está produzindo comunidades baseadas em atributos que compartilham intenções, crenças, recursos, necessidades e outras características. Além da tecnologia, a exponencialidade de qualquer negócio tem a ver com a capacidade de conectar pessoas em torno de uma causa. As pessoas não são mais movidas por resultados, tudo se resume ao fator humano - o propósito é a força por trás disso. Nesta palestra você irá entender como este fenômeno funciona, o que é propósito e como utilizá-lo. Não perca!

Da Brita ao Byte: construindo os pilares de uma carreira em Gestão de Produtos
Giseli Anversa

Que as mulheres vem conquistando cada vez mais seu espaço, em profissões comumente ditas como "masculinas", já é fato. Porém, o que acontece quando, além de conquistar espaço, fazemos uma transição de carreira?

Nesta conversa, contarei sobre como uma Engenheira Civil, e mãe, se tornou Product Manager, depois dos 30.

O que é comum ao canteiro de obras e à sala de Design Thinking? Quais foram as principais habilidades que desenvolvi nesta transição? Quais foram meus erros e acertos?

Dividirei com vocês minha jornada, erros e acertos e as habilidades que desenvolvi, em áreas tão distintas, e que hoje ajudam a fazer parte de um dos melhores times de produto do ecossistema catarinense.

Conteúdo de Sábado
13:10 às 14:00 Como preparar a empresa para receber pessoas iniciando na tecnologia
Gabriel Massote

O que um profissional iniciando na área da tecnologia deve levar em consideração na hora de escolher em que empresa vai trabalhar? Não basta pensar apenas onde ele quer estar ? é preciso levar em consideração também se a organização está preparada para recebê-lo. Nesta palestra, falaremos sobre a cultura da idwall em relação ao posicionamento das pessoas que ainda não são da área de tecnologia, mas entram no nosso time, e como as ajudamos a trilhar suas carreiras.

Passando de nível: a experiência de ingressar no mercado de desenvolvimentismo de jogos no ensino médio
Marina Xavier / Rabih Tabatchnik

O que você fazia no seu ensino médio? Bom... Mateus, Marina, Rabih e Pedro, cinco alunos do ensino médio público vão falar um pouco sobre as suas experiências no mercado de desenvolvimento de jogos digitais ao mesmo tempo que cursam o ensino médio, e como isso mudou e muda as suas vidas.

14:00 às 15:00 Seja aprovado em qualquer evento! Domine os segredos da submissão de palestras
Elder Moraes

Você gosta de palestrar em eventos? Ou então, gostaria de ser tornar um palestrante? Em ambos os casos: você gostaria de aumentar as chances de ter a sua palestra aprovada? Sejamos honestos: a concorrência é enorme! Vários profissionais de alto nível competem para mostrar seus melhores conteúdos nos melhores eventos do mercado. Que tal você ser um deles? Há técnicas, abordagens e práticas que aumentam (e muito) suas chances de encantar aqueles que irão avaliar a sua proposta. Vamos conversar sobre isso? Então junte-se a nós e prepare-se para submeter a melhor palestra da sua vida.

Quero me tornar um líder, mas não sou reconhecido como um! 5 passos para você mudar isso hoje.
Paulo Boccaletti

Ninguém nasce líder, mas todos nós podemos desenvolver as skills necessárias para isso. Vamos mostrar que qualquer pessoa que desejar se tornar um líder, pode conseguir. Basta se preparar para isso. Apresentaremos características comuns à líderes e como desenvolve-las no seu dia a dia.

15:00 às 15:30 Comunicação não violenta - O empoderamento através da palavra
Maria Elena Medeiros Marcos
Boa parte dos conflitos que temos com outras pessoas podem ser causados mais pela forma como expomos nossas ideias do que propriamente pelas diferenças de opinião. Baseado nesta crença, o psicólogo Marshall Rosenberg desenvolveu o conceito de Comunicação Não-Violenta (CNV), que seria capaz de estimular a compaixão, a empatia e o empoderamento das pessoas. A comunicação não violenta se baseia no pilar escuta ativa (ou empática) e também dos 4 passos para atingir sua finalidade, sendo eles a observação, o sentimento, a necessidade e o pedido. Te convido a conhecer essa técnica e se surpreender com os resultados da sua prática.
Estimulando pessoas a trabalhar por um propósito e não por um medo
Guayçara Gonçalves / Wesley Oliveira

A forma com que você exerce influência em alguém, pode gerar um impacto além do esperado. Segundo um estudo da Universidade de Baylor, ter um líder abusivo pode resultar em mais conflitos domésticos para os colaboradores. Um ambiente hostil pode provocar comportamentos de sabotagem e fofoca até entre os melhores profissionais, revelou uma pesquisa na Universidade da Flórida. Isto acontece porque as pessoas não estão acostumadas a influenciar umas às outras por um propósito. Discussões são vencidas pelo cansaço, ou medo do comando e controle. Seja diferenciado: convença através do entendimento, mostre o valor do que precisa ser feito e seja bem sucedido em qualquer nível de profissão ou cargo.

16:40 às 17:30
Sindrome do Impostor, como vence-la?
Carol Vilas Boas / Rodolfo Colares

Você já se perguntou se é bom mesmo? Se olhou no espelho e viu uma mentira no reflexo que via? Segundo estudo realizado pela psicóloga Gail Matthews, da Universidade Dominicana da Califórnia, nos Estados Unidos, atinge em menor ou maior grau 70% dos profissionais bem-sucedidos, principalmente mulheres. Essa síndrome consiste em você não acredite que seu sucesso é fruto de sua inteligência, capacidade, esforço ou competência. Que a qualquer momento o mundo vai descobrir a fraude que você é. Quero dividir um pouco da minha experiência como trabalho para controlar e como o apoio de quem esta do meu lado faz toda a diferença.

Data e Local

Terça-feira, 16 de Julho de 2019
a Sábado, 20 de Julho de 2019

12 às 18h

Universidade Anhembi Morumbi

Rua Casa do Ator, 275
Vila Olímpia | São Paulo - SP

Informações sobre Data e Local


Investimento

presencial: gratuito para quem estiver no evento no dia



Palestrantes do Lounge

Maíra Blasi
Maíra Blasi
GetNinjas
Guayçara Gonçalves
Guayçara Gonçalves
Itaú Unibanco
Robson Lopes
Robson Lopes
IFSP Campus Guarulhos
Rodolfo Colares
Rodolfo Colares
Abu Consultoria
Matheus Hernandes
Matheus Hernandes
BackEndBrasil
Gabriela Neiusa
Gabriela Neiusa
Camaleoa: startup de tecnologia humana
Carol Vilas Boas
Carol Vilas Boas
Vilas Boas IT
Ivan Guevara
Ivan Guevara
King.Host
Raquel Sousa Pereira
Raquel Sousa Pereira
Devs Java Girl
Andreza Rocha
Andreza Rocha
Nasc / BrazilJS
Julia Spohr Reinhardt
Julia Spohr Reinhardt
Kyvo Design Driven Innovation
Ruy Oliveira
Ruy Oliveira
Adentro Data Center
Bruna Grellt
Bruna Grellt
Adentro Cloud Solutions
Maria Elena Medeiros Marcos
Maria Elena Medeiros Marcos
Maria Elena Coach para Resultados
Giseli Anversa
Giseli Anversa
Softplan Planejamento e Sistemas
Muniz Antonio
Muniz Antonio
SulAmérica e Ibmec
Isabela Gayno
Isabela Gayno
Mais Mulheres na TI
Paulo Boccaletti
Paulo Boccaletti
Kroton Educacional
Marina Xavier
Marina Xavier
Oxe, bora!

Patrocinadores desta edição

Diamond





Patrocinios e Apoios Trilha e Workshop


Programa +Diversidade


Atendimento Corporativo


Realização

instituição Parceira

TDC Online