TDC 2018
Porto Alegre
Um dos maiores encontros de comunidades e empresas no Brasil

Trilha Testes Qualidade de Software como princípio

A trilha de testes visa integrar amantes da qualidade em uma troca de conhecimentos e experiências sob diferentes perspectivas visando a melhor qualidade de entrega em um ambiente colaborativo, diversificado e inspirador.

Fomentando o conhecimento, proporcionando o crescimento com a troca contínua de saberes.


Contaremos com intérpretes de libras, ampliando a acessibilidade do conteúdo do TDC.

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 Como utilizar a Virtualização de Serviços para agilizar seus testes
José Ernesto da Silva Barbosa

Nesta palestra demonstraremos como utilizar a virtualização de serviços para contribuir na produtividade da sua equipe. Utilizando a ferramenta WireMock, é possível mitigar os impactos de problemas de ambiente e construir mocks de forma colaborativa, para que frases como "o ambiente está fora, então não da pra testar" ou "só dá pra testar o que o desenvolvedor fez no mock" sejam cada vez menos frequentes.

Meu trabalho é jogar? - Os testes na indústria de jogos mobile
Carollina Scussel / Yuri Luz de Almeida

Apesar de estar em constante crescimento e expansão de vagas, a indústria de jogos ainda está aprendendo a testar seus produtos. Diversas oportunidades são oferecidas no mercado, mas poucas pessoas estão dispostas a enfrentar esse desafio. Mostraremos como os testes em jogos são realizados e quais as dificuldades foram enfrentadas pela nossa equipe de QA na Gazeus Games, além das habilidades a serem exploradas. Apresentaremos também, os tipos de testes realizados atualmente e a transição dos testes em modelo cascata para os testes ágeis no setor de entretenimento. Por fim, exibiremos um de nossos cases de sucesso mundial, onde essa mudança foi aplicada e em seguida seus resultados.

11:10 às 12:00 API Mockaroo - Gerando Massa de Dados para Testes Automatizados
Guilherme Machado Rogatto

Com a API do Mockaroo, conseguimos gerar diversas massas de dados aleatórias e completas para introdução e consumação dos Testes Automatizados.

Automação de Testes: Como não ser um trouxa nesse mundo mágico
Luana Linares / Caroline Ita

Nessa palestra Caroline Ita e Luana Linares compartilham suas experiências com muito humor e magia fazendo uma alusão a saga do Harry Potter e o mundo da Automação de Testes contando todos os desafios e aventuras que as levaram de trouxas (pessoas sem conhecimento e prática de magia) para bruxonas da qualidade de software.

12:00 às 13:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
13:10 às 14:00 Como criar e executar testes paralelos web usando Selenium e containers
Elias Nogueira / Gregory Severo

Hoje um dos principais problemas da execução da automação de testes web é o tempo que os testes levam para prover um feedback sobre a qualidade. E se você pudesse criar e executar testes de forma paralela usando Selenium WebDriver em Java com o suporte de containers que podem auto-escalar e diminuir o seu tempo de execução? Venha, junto comigo, aprender a como criar esta estratégia e dar feedback mais rápido sobre a automação de teste web.

14:10 às 15:00 Usando docker-compose para simular o ambiente de produção nos testes
Rodrigo Jardim

Uma das piores coisas a se dizer para alguem, quando algo não funciona é "na minha maquina funcionava", e isto muitas vezes se deve ao fato de o ambiente na maquina do desenvolvedor não ser exatamente igual ao ambiente de execução do sistema em produção. Neste ponto o docker-container pode ajudar bastante, simulando ambientes de produção e paralelizando a execução de testes. Sem alterar uma linha de código na aplicação ou nos seus testes, será possível simular o ambiente de produção e aumentar a velocidade dos testes paralelizando a execução de partes dos testes da aplicação.

15:00 às 15:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de coffee-break, serão entregues kits contendo suco e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

15:40 às 16:30 5 dicas para estruturar seu teste de performance
Ariane Izac

Qual a estratégia deveria analisar antes de testar performance de uma aplicação? Quais são os desafios enfrentados?

O que eu preciso saber antes de começar a "apanhar" de testes de performance?

A ideia é compartilhar 5 dicas de como estruturar seus testes de performance baseado nos erros e acertos aprendidos na prática.

16:40 às 17:30 Unindo testes funcionais de serviço com testes de performance utilizando Karate e Gatling
Leonardo Gallardo

É comum, toda vez que precisamos testar a performance de nossos WebServices, utilizar ferramentas que não tem ligação nenhuma com nossa automação funcional. Se nós já temos todas regras e comportamentos automatizados, porque não utilizar esse mesmo código para testar a perfomance do sistema? Utilizando testes de serviço com Karate e sua nova integração com Gatling nós podemos unir os dois mundos, reduzindo trabalho e evitando complexidade!

Soft Skills para profissionais de Testes.
Alekson Fortes

Automação, containers, virtualização, testes funcionais e unitários, etc,. Tudo isso é importante, mas e as soft skills? Você já buscou desenvolver suas habilidades interpessoais para melhorar suas habilidades técnicas? Nesse talk, trago para vocês algumas técnicas de como melhorar suas skills de Comunicação, Liderança e Inteligência Emocional.

17:40 às 18:30 Estratégia de automação dos testes em microserviços
Rodrigo Stefani Domingues

Muito se fala na atualidade sobre a adoção de microserviços como uma resposta a vários problemas de aplicações modernas. Mas ter um conjunto de microserviços em ambiente produtivo requer uma estratégia diferenciada de testes para garantir que não exista uma crise a cada deployment feito. Quero compartilhar um pouco da estratégia que aprendemos nos últimos 2 anos.

18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2018

10 às 19h

UniRitter

Rua Orfanotrófio, 555
Alto Teresópolis | Porto Alegre - RS

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

Visamos unir na trilha profissionais, estudantes e toda comunidade interessada em qualidade de software.


Investimento

presencial:R$ 265,00

Fazendo sua inscrição presencial, você terá acesso a esta trilha e no mesmo dia também:
TDC Expo: Venha conversar com pessoas e conhecer empresas incríveis.
Trilha Carreiras: Você poderá assistir às palestras da trilha Carreiras do mesmo dia.
Trilha Stadium: Você poderá assistir às palestras da trilha Stadium do mesmo dia.


Palestrantes desta trilha

Ariane Izac
Ariane Izac
MATERA Systems
Caroline Ita
Caroline Ita
Webmotors
Carollina Scussel
Carollina Scussel
Gazeus Games
Rodrigo Jardim
Rodrigo Jardim
Brightwire

Patrocinadores

Diamond





TDC +Diversidade


Patrocinio TDC Online


Patrocínios e Apoios Trilha e Workshop


Realização

Companhia Aérea Oficial