TDC 2018
Porto Alegre
Um dos maiores encontros de comunidades e empresas no Brasil

Trilha TDC4Women Uma trilha feita por mulheres para todas as pessoas

A Trilha TDC4Women é um espaço inclusivo e que promove a diversidade em todas as suas formas.

A organização e coordenação é composta por mulheres, mas assistido por todas as pessoas.

Se você está iniciando sua jornada em TI, pensando em mudar de carreira ou ainda só quer mesmo aprender sobre as mais diversas áreas da tecnologia, esta trilha é para você.

Venha aprender sobre programação, testes, design, liderança, metodologias ágeis, e mais!

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 Codando Juntas chegamos mais longe
Purple Ana

Durante essa conversa, pretendo debater sobre como tornar um ambiente mais acessível e seguro para mulheres. Trazer exemplos do que tem sido feito pelo mundo e também o que temos feito com o Codando Juntas para incentivar a entrada de mulheres na área.

Tópicos:

  • O que faz um ambiente seguro;
  • O papel dos Soft Skills;
  • Metodologias assíncronas de aprendizado;
  • Programação em pares;
  • Open Source como porta de entrada;
11:10 às 12:00 Agilidade: A mulher preparada veste-se de soft skills
Ariane Izac

E quem nunca achou que por mais que o gurda-roupa estivesse lotado ainda assim não estava preparada para arrasar naquela festa tão esperada?

E o mesmo acontece nos projetos ágeis quando não nos vestimos de soft skills.

Qual a relação dos soft skills com princípios ágeis? E como desenvolver esses soft skills a nosso favor?

Nessa palestra comentarei um pouco sobre esses skills e como podem fazer a diferença no meu time.

Programa Mulheres na Liderança
Mariana Fernandes

Duas Gerentes de Projetos de TI juntamente com a vice presidente da área de serviços de TI da Dell Computadores criaram este programa para inspirar e motivar mulheres da área de Tecnologia da Informação à terem papéis de liderança dentro da empresa. Queremos apresentá-lo para você se sentir inspirad@ também!

12:10 às 13:00 Product Owners precisam ter habilidades técnicas?
Isadora Serpa

Nesse talk vou falar sobre a carreira de Product Owner, desmitificando a posição dentro do time de Produtos e Projetos, como começar ou migrar para a área. Além disso vou apresentar fundamentos, ferramentas, skills que são importantes para a posição e contar sobre, erros e acertos que vivi durante a jornada de transição de carreira que podem servir de inspiração para que mais mulheres ocupem essa posição hoje no universo majoritariamente masculino da TI.

13:10 às 14:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
14:10 às 15:00 Uma apaixonada por Python em busca por representatividade na TI
ingrid murielem

Quando entrei para a TI procurei diversas vezes por referencia nessa área, se ser uma mulher na tecnologia já é dificil ser uma mulher negra mais ainda. Nessa talk converso sobre como busquei referencia para me manter nessa carreira tão machista.

15:10 às 16:00 Diversidade em Engenharia de Software - Um Panorama Brasileiro
Karina Kohl

Diversidade é um assunto discutido intensivamente por diferentes áreas do conhecimento. Existem estudos que mostram que a diversidade constrói melhores times e entrega melhores resultados. A discussão em Engenharia de Software também está aumentando e se observa falta de representatividade de diversidade de identidade, como por exemplo, gênero e raça/etnia. Esse trabalho é resultado de uma pesquisa sobre o assunto, respondida por 173 profissionais relacionado a Engenharia de Software, de diferentes regiões do Brasil e foi apresentado no 1o Workshop de Igualdade de Gênero da 40o Conferência Internacional de Engenharia de Software, em 2018, na Suécia.

QA por inteiro - Do Waterfall ao Ágil
Priscilla Souza / Karoline Bechuetti

Como todas as áreas da tecnologia, a área de qualidade também teve que se reinventar com toda a transformação ágil que ocorre nas organizações. Qualidade sempre foi uma responsabilidade de analistas de testes e testadores, mas será que com essa transformação para uma metodologia mais colaborativa este cenário se manteve? A ideia é compartilhar a experiência obtida com a transformação de uma empresa multinacional atuando em um cliente da área financeira, onde muitos paradigmas tiveram que ser quebrados para atingir um objetivo comum.

16:00 às 16:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de coffee-break, serão entregues kits contendo suco e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

16:40 às 17:30 Facilitando sua vida com SASS
Larissa Carvalho

Aprender SASS é indispensável para aqueles que estão iniciando no mundo do Front-End como eu. O SASS é uma linguagem que facilita a escrita do CSS, oferecendo funcionalidades inexistentes na folha de estilos padrão, como a utilização de variáveis e operadores, tão comum em outras linguagens. Nesta palestra mostrarei exemplos de utilização e dicas para melhorar o uso da sintaxe, para aqueles que estão começando na área ou que desejam conhecer a linguagem.

17:40 às 18:30 Migrando de SVN para Git: abordagens de migração e os cuidados
Louise Karkow Gaiatto Leal

Em tempos de transformação ágil, onde as práticas XP são cada vez mais empregadas, a utilização do Git tem se tornado cada vez mais imprescindível. Trocar de repositório não é uma tarefa fácil, ainda mais quando estamos mudando de um repositório centralizado para um descentralizado. Precisamos entender conceitos do novo repositório, avaliar como o antigo está estruturado, analisando, assim, as possíveis abordagens para a migração. A palestra tem como objetivo mostrar abordagens o e os cuidados que devemos tomar na migração de SVN para Git em um ambiente ágil.

18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Sábado, 8 de Dezembro de 2018

10 às 19 h

UniRitter

Rua Orfanotrófio, 555
Alto Teresópolis | Porto Alegre - RS

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

Pessoas que estão iniciando sua jornada em TI, em transição de carreira ou que simplesmente querem aprender mais sobre as diversas áreas da tecnologia.


Investimento

presencial:R$ 100,00

Fazendo sua inscrição presencial, você terá acesso a esta trilha e no mesmo dia também:
TDC Expo: Venha conversar com pessoas e conhecer empresas incríveis.

Trilha Stadium: Você poderá assistir às palestras da trilha Stadium do mesmo dia.


Palestrantes desta trilha

Ana Carolina
Purple Ana
Apple Developer Academy
Ariane Izac
Ariane Izac
MATERA Systems
Ingrid Murielem Sebastiana
ingrid murielem
Thoughtworks
Karina Kohl
Karina Kohl
Globo.com
Mariana Fernandes, ITIL® V3, CSM
Mariana Fernandes
Dell Computadores

Patrocinadores


Silver


apoio


TDC +Diversidade


Patrocínios e Apoios Trilha e Workshop


Realização

Companhia Aérea Oficial