TDC 2018
Florianópolis
Um dos maiores encontros de comunidades e empresas no Brasil

Trilha DevOps Maximizando a integração entre equipes para entregar valor

DevOps é um dos tópicos mais discutidos do momento. DevOps engloba um conjunto de práticas, ferramentas e interações entre pessoas para aumentar a colaboração, comunicação e integração entre Desenvolvimento (Devs) e Operações de TI (Ops) para entregar software de modo mais eficiente, freqüente e confiável.

Venha conhecer nesta trilha diversas ferramentas, casos de sucesso e dicas práticas de como DevOps pode lhe ajudar e ser aplicado na sua carreira e empresa.

Coordenação


Patrocínio Trilha


Conta Azul

Apoio Trilha

Brascloud

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 6 Mitos da entrega de software que vão acabar com suas noites de sono
Elder Moraes

Dormir é para os fracos! Pra quê curtir uma boa noite de sono, se você pode trabalhar longas horas, comer pizza em war-rooms e virar a noite tentando colocar a nova versão no ar?

Será que você não está trabalhando com conceitos errados? Com valores invertidos? Será que alguns conselhos dados por "especialistas" não passam de mitos?

Nesta palestra falaremos sobre algumas lendas do mundo do DevOps que vão arruinar seu projeto. Afinal, o que pode haver de pior na entrega de software do que não entregar?

Junte-se a nós para aprender sobre como a lidar com esses mitos e curta seu colchão sem culpa! Deu até preguiça...

DevOps Raiz: Cases reais de automação em empresas tradicionais.
Luiz Henrique de Souza

Ao se falar de DevOps automaticamente se pensa em CI, CD, Provisionamento automático e etc., no entanto é possível tirar proveito de métodos DevOps em diversas outras situações. Nessa sessão vou demonstrar como automatizamos diversos processos de uma empresa super tradicional, como mensuramos e evidenciamos os ganhos.

11:10 às 12:00 Mastering Deployments com Kubernetes & OpenShift: Do básico ao Zero Downtime, Blue/Green, Canary e A/B
Rafael Benevides

O ?momento do deploy ? é uma ocasião que ainda fazem muitos desenvolvedores agonizarem. Mas não deveria ser assim (pelo menos não sempre). Felizmente, hoje em dia, temos ferramentas e processos que permitem o deploy ser uma atividade trivial. Houve tempos que tinhamos que automatizar tudo manualmente. Hoje temos o Kubernetes e o OpenShift para automatizar diferentes cenários.

Venha participar de uma demo ao vivo com diferentes cenário de deploy: do básico ao avançado. Vamos cobrir conceitos básicos de deploy e então iremos aprofundar em como podemos usar ferramentas opensource como Kubernetes e OpenShift para se tornar um mestre na arte de deploy.

Continuous Deployment com Docker, OpenShift e Jenkins
Gabriel Machado / Bruno Padilha

Case de uma aplicação real desenhada em microserviços, utilizando Docker Compose para a criação do ambiente de desenvolvimento, um pipeline automatizado com Jenkins para o Continuous Delivery dos ambientes da aplicação no OpenShift.

Será mostrado todo pipeline desde o commit no GitHub até sua publicação no OpenShift e as decisões por trás da arquitetura da solução.

12:00 às 13:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
13:10 às 14:00 Infraestrutura Programável: 10 lições do universo Dev para alavancar a evolução Ops
Ana Maria Kniphoff

Gostaria de compartilhar o resultado de um artigo que escrevi recentemente sobre as lições do universo Dev para a evolução Ops, no que diz respeito a Automação, ou ao que chamo aqui, de Infraestrutura Programável: "Infraestrutura programável não é apenas escrever scripts para realizar um processo de infraestrutura de forma automatizada. É, mais do que isso, usar uma linguagem de programação (seja ela de alto nível, seja ela descritiva), aliada ao uso de práticas padrões de desenvolvimento de software, como teste, versionamento, mecanismos de deploy, e, é claro, orientado pela preocupação com design patterns."

Na minha máquina funciona! Aplicando DevOps em localhost.
Flávio Pimenta

O meu objetivo nesta apresentação é mostrar que o desenvolvedor hoje não pode se preocupar somente com o commit no repositório como antigamente. O "desenvolvedor 2.0" deve dominar o processo de qualidade e entrega do software de ponta a ponta, até o deploy em produção. Não precisa ser um especialista em todas as ferramentas, mas deve conhecer bem o funcionamento de cada uma, por exemplo: git, docker, jenkins, junit.

Teremos no final uma demo mostrando como construir e entregar um software em ambiente local e a mesma entrega em ambiente cloud AWS.

14:10 às 15:00 Terraform 101
Rafael Barbosa

Terraform é uma ferramenta que apesar de ter chegado a sua versão estável a pouco tempo já é largamente utilizada. Porém ainda existe uma grande quantidade de pessoas que não entende qual seu propósito e limitações. Nessa palestra você terá uma noção de o que essa linda ferramenta faz, em que ela pode te ajudar(salvar), e ainda terão alguns live codes por que ninguém quer só teoria.

Integração contínua de roles Ansible
Carlos Eduardo da Silva Martins

Orquestrar e configurar sua infraestrutura como código já é uma realidade. Assim como qualquer código, você deve testá-lo, refatorá-lo e garantir sua qualidade. Usando as roles do Ansible é possível tratar a orquestração dos seus serviços de forma desacoplada e garantir que cada componente está configurado da maneira que deveria. Conheça o Molecule e entenda como usá-lo para garantir a efetividade das suas roles, antes mesmo de orquestrar seu ambiente de produção.

15:00 às 15:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de coffee-break, serão entregues kits contendo suco e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

15:40 às 16:30 The Hacker Way ? How Facebook operates at scale
Rodrigo Campos

With over 2 billion monthly active users, Facebook has become a central part of how people communicate. In pursuing its mission of building communities, Facebook needs to operate a massive, globally distributed infrastructure in 10 data-centers, with new features being continuously pushed to our users. This talk will cover how we empower and enable our engineers to move fast, and how production engineering work together with product teams to make sure that we keep moving fast as we grow.

16:40 às 17:30 É possível ser seguro com DevOps?
Bruno Dantas
Ter um ambiente DevOps significa zelar por diversos aspectos de qualidade do software, incluindo segurança. Para isso, o termo DevSecOps foi criado para mostrar a importância da segurança existir como parte do processo, não algo postiço, que pode atrapalhar o desenvolvimento e entregas de valor. Os novos tipos de automação como Infraestrutura como Código, Integração Contínua, Entrega e Implantação Contínuas, micro serviços, containers e plataformas de serviço na nuvem acabam ajudando a criar sistemas seguros por padrão e por design. Vamos conhecer como proteger o nosso ambiente DevOps, sem precisar atrasar deploys, cancelar histórias e ainda manter nossos clientes felizes.
17:40 às 18:30 Canary Release at ContaAzul
Diogo Nicoleti / Luiz Muller

A plataforma ContaAzul está crescendo constantemente e enfrentamos desafios constantes de como liberar nosso monólito de maneira confiável, frequente e sem impactar nossos usuários.

Vamos discutir os problemas que enfrentávamos, porque e como adotamos e implantamos Canary Release no nosso deployment pipeline, quais ferramentas utilizamos e como isso ajudou a tornar nossas liberações mais confiáveis e seguras impactando menos nossos usuários e melhorando nossas métricas de MTTR e MTTD e quais os próximos passos que iremos seguir.

ChatOps - Integração de processos DevOps via Chat na prática com RocketChat
Diego Dorgam

Estimular a colaboração entre equipes, integrar processos e pessoas, manter registro público de todas as suas operações, a cultura ChatOps veio para ficar de vez! Agora com a revolução dos bots, podemos conectar CI/CD com ferramentas de versionamento de código junto com as equipes DevOps nos seus canais no RocketChat. Conheça nosso framework de integração via webhook e saiba como desenvolver bots de automação de processos de forma rápida, simples e segura! Liberte o poder das suas equipes DevOps e alcance níveis absurdos de produtividade com a cultura ChatOps no RocketChat!

18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Quinta-feira, 19 de Abril de 2018

8:30 às 19:00 h

CentroSul

Av. Governador Gustavo Richard, 850
Centro | Florianópolis - SC

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

Desenvolvedores, Sysadmins, Gestores e outras áreas afins


Investimento

presencial:R$ 265,00

Fazendo sua inscrição presencial, você terá acesso a esta trilha e no mesmo dia também:
TDC Expo: Venha conversar com pessoas e conhecer empresas incríveis.
Trilha Stadium: Você poderá assistir às palestras da trilha Stadium do mesmo dia.