TDC 2017
Porto Alegre
Um dos maiores encontros de comunidades e empresas no Brasil

Trilha Arquitetura QUINTA Arquitetura Plugável, escalável, resiliente e poliglota. Um mundo de oportunidades

A arquitetura é acima de tudo uma peça chave para bons produtos e serviços. É onde convergem interesses estratégicos, de negócio e ideal tecnológico.

Nos últimos anos o papel de arquitetura tem enfrentado muitas mudanças e desafios. Do mindset de escala horizontal, apps monolíticas e decisões de longo prazo para um cenário de pluralidade tecnologia, apis, serviços e infraestruturas cada vez mais dinâmicas, maleáveis e autolimpantes.

Nesta trilha discutiremos as principais tendências, práticas e depoimentos sobre arquitetura de modo geral. Com foco em Microserviços, APis, Arquitetura Disruptiva, escalabilidade, resiliência e tudo mais que pudermos abordar em boas práticas do presente e futuro de nossa área.

Sem dúvidas uma ótima oportunidade para qualquer arquiteto ou desenvolvedor multidisciplinar.

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 Nas internas do CartolaFC: como é a nova arquitetura do game feita para suportamos um volume ainda maior de acessos
Alexandre Saboia Fuziyama

Neste talk vamos apresentar como nos preparamos para a temporada de 2016 do maior fantasy game do Brasil, mostrando nossas experiências, problemas e soluções utilizadas, como: - a evolução da arquitetura do game em cloud com um mudança de foco na API - a reescrita da aplicação utilizando Golang e AngularJS - desenvolvimento do site utilizando técnicas responsivas - como ganhamos performance no MySQL - utilização massiva do Memcached e Redis

O participante do talk terá uma visão ampla de como funciona um dos jogos de maior audiência do Brasil.

11:10 às 12:00 Arquitetura e agilidade: ajudando times a criar arquiteturas robustas
Sócrates Veridiano Faria Lopes / Marcio Namiki

A forma como decidimos a arquitetura mudou significativamente nos últimos anos, principalmente em função da adoção de métodos ágeis. Saímos de modelos mais tradicionais onde toda a arquitetura era concebida antes do início do projeto para abordagens iterativas em que a arquitetura é definida junto com a construção do software, sendo capaz de responder a mudanças rapidamente. Com os métodos ágeis, o papel de arquiteto passou a ser desempenhado pelos membros do time de desenvolvimento, transformando a definição da arquitetura em um processo de tomada de decisão em grupo. Esta palestra apresenta uma proposta de abordagem para a definição da arquitetura em projetos ágeis de desenvolvimento.

Thinking in GraphQL
Thiago Dorneles

Mais uma coisa nova agora chamada GraphQL? Quem é? De onde vêm? Do que se alimenta? Vamos abordar a que veio o GraphQL, contextualizando problemas atuais a qual ele se propõe a solucionar. Mudar nosso mindset em como comunicar dados com nossas APIs. Falar sobre como é usar em produção em uma aplicação de verdade avaliando os prós e contras na prática.

12:10 às 13:00 Matando um legado de 18 anos
Brunno dos Santos Leite / Pedro Tavares

A Locaweb possui um legado de 18 anos, escrito em diversas linguagens como Python, Perl, C# mas principalmente ASP clássico. Aplicações que cuidam de todo o fluxo de provisionamento e que são responsáveis por um produto que fatura mais de 20 milhões/ano. Vamos mostrar como temos feito para migrar para uma nova plataforma em Ruby, sem afetar aos clientes e trazendo valor o mais rápido possível ao cliente.

Antifragilidade e desenvolvimento de software
Eduardo Bobsin Machado

O conceito de antifragilidade, termo cunhado por Nassim Taleb, identifica uma nova categoria de sistemas: os que se fortalecem com as adversidades. Como esse conceito se aplica ao software que desenvolvemos, sua arquitetura e aos processos envolvidos?

13:10 às 14:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
14:10 às 15:00 Escalando Aplicações Distribuídas Usando Estruturas de Dados Probabilísticas
Luciano Sabença

Em sistemas distribuídos de alta-performance a latência costuma ser um fator crucial em situações onde existe a necessidade de consultar se um dado faz ou não parte de um conjunto. O armazenamento dos dados em memória garante baixa latência na consulta, porém ocasiona um grande consumo de recursos e, dependendo do volume de informação que se queira armazenar, isso passa a ser inviável. Mostraremos uma maneira de resolver essa questão usando uma estrutura de dados probabilística chamada Bloomfilter. Essa solução nos garantiu, ao mesmo tempo, baixa latência, baixo uso de memória, uma economia de mais de 100GB de memória e uma diminuição de cerca de 8 vezes no tempo de deploy da plataforma.

15:10 às 16:00 Métricas em sistemas distribuídos: do monitoramento tradicional ao uso de inteligência artificial
Cesar Mesquita / Roberto Coral Azambuja

Ambientes distribuídos estão cada vez mais populares, porem seu uso traz inúmeros desafios. Diante desse universo complexo, surge a duvida. como monitorar de forma efetiva, aplicações rodando em ambientes efêmeros na nuvem??? Procurando explorar o uso de métricas para tornar a infraestrutura dos serviços mais confiável e reativa a mudanças, Mostraremos a estratégia utilizada na jornada desde a produção e envio de dados, consumo, agregação e ingestão em banco de dados time series, finalizando com a criação de painéis e alertas. finalmente apresentaremos como mecanismos de inteligência artificial pode ser usado para a geração de insights, criando valor através da correlação entre métricas.

16:00 às 16:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de coffee-break, serão entregues kits contendo suco e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

16:40 às 17:30 Desafios de se implantar uma arquitetura de microservices
Humberto Streb / Leonardo Amarilho

Vamos conversar sobre os desafios de se implantar uma arquitetura de microservices, utilizando a stack da Netflix OSS e DDD. Explicar conceitos de uma arquitetura reativa e distribuída, utilizando técnicas como: service discovery, load balancer, circuit breaker, entre outros. Isso tudo, com apoio de uma governança descentralizada e uma equipe multi funcional.

Micro-serviços em Arquitetura Reativa
Klaus Fischborn

Dentro do cenário atual das grandes corporações onde os micro-serviços estão presentes e a cada dia em maior número, como solucionar problemas como resiliência (tolerância a falhas, tratamento de erros, , elasticidade (alocação de recursos computacionais, padrões para manter a aplicação com alta disponibilidade evitando paradas mesmo em momento de subida de nova versão), e comunicação não bloqueante (chamadas e tratamentos de fluxo de forma assíncrona)? Provedores como Amazon já estão usando em seus produtos esse modelo que possui inclusive um manisfesto http://www.reactivemanifesto.org/. Inclusive a Cloud Amazon tem ferramentas para cada um dos pilares definidos no manifesto reativo.

17:40 às 18:30 Event Sourcing, CQRS e Arquiteturas Reativas (eBay e LinkedIn)
William Huang
O quê empresas como eBay e LinkedIn têm em comum? Ambas usam Event Sourcing e CQRS em seus sistemas. Neste talk apresentamos os conceitos a aplicações desta arquitetura, que permite criar sistemas nativamente compatíveis com o paradigma Reativo que está em alta atualmente.
Fishbowl
The Developer's Conference Porto Alegre 2017
18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Quinta-feira, 9 de Novembro de 2017

8:30 às 19:00 h

UniRitter

Rua Orfanotrófio, 555
Alto Teresópolis | Porto Alegre - RS

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

Todos


Investimento

presencial:R$ 240,00

Fazendo sua inscrição presencial, você terá acesso a esta trilha e no mesmo dia também:
TDC Expo: Venha conversar com pessoas e conhecer empresas incríveis.
Trilha Stadium: Você poderá assistir às palestras da trilha Stadium do mesmo dia.