TDC 2016
São Paulo
Um dos maiores encontros de comunidades e empresas no Brasil

Trilha DevOps Java Maximizando a integração entre equipes para entregar valor

DevOps é um dos tópicos mais discutidos do momento. Por ser algo novo e incipiente acaba ainda gerando muitas dúvidas e discussões. DevOps engloba um conjunto de práticas, ferramentas e interações entre pessoas para aumentar a sinergia (colaboração, comunicação e integração) entre Desenvolvimento (Devs) e Operações de TI (Ops) para entregar software de modo mais eficiente, freqüente e confiável.

Venha conhecer nesta trilha diversas ferramentas, casos de sucesso e dicas práticas de como DevOps pode lhe ajudar e ser aplicado na sua empresa.

Esta trilha é voltada especificamente para a adoção de DevOps dentro da comunidade Java.

Palestras sobre DevOps em outros contextos estarão distribuídas nas outras trilhas, pois DevOps pode ser tópico na maioria delas!

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 Meu cliente não permite DevOps. E agora?
Everton Emilio Tavares
Quando se trabalha com projetos, nem sempre é possível implementar DevOps no ambiente de produção devida a possíveis impedimentos do lado do cliente.

A proposta da palestra é mostrar como de forma básica como utilizar ferramentas de DevOps para automatizar o ambiente de desenvolvimento, mostrando através de um case real como obter os benefícios das ferramentas de DevOps mesmo quando um cliente possui uma infraestrutura complexa e limitações de acesso ao ambiente de produção.
Simplificando o CI para ambientes com Docker
Vinícius Fernandes de Jesus
Apresentando como reutilizar um ambiente de desenvolvimento com Docker dentro de um CI de uma maneira simples.
11:10 às 12:00 DevOps done right... in the (Oracle) Cloud! (TRILHA DEVOPS JAVA NA STADIUM)
Bruno Borges
Code, Build, Deploy!
Uma apresentacao 100% live coding de uma aplicacao Java EE, passando por todas as etapas de desenvolvimento ate o ambiente de producao, utilizando NetBeans, WebLogic, e banco de dados Oracle, com codigo-fonte no Git, e Continuous Integration atraves do Hudson.
12:10 às 13:00 Proatividade na análise de logs com a Stack ELK
Leonardo Comelli
Analisar os arquivos de log somente quando precisamos solucionar erros da nossa aplicação ou enfrentamos um grande problema em ambiente de produção é algo que pode ser catastrófico, pois muitas vezes as informações que precisamos podem não estar mais disponíveis ou pode ser muito difícil encontrá-las nos milhares de registros de logs.

Com o aumento da complexidade e do tamanho dos ambientes de produção, a centralização dos logs é fundamental para ter controle das informações presentes nos gigantescos arquivos gerados todos os dias. Isto possibilita realizar uma análise proativa que possibilita uma atuação rápida em casos de erro, buscando uma solução rápida para o problema. Além disso, através da análise dos logs também é possível encontrar comportamentos desconhecidos na aplicação que podem ser úteis para o negócio.

Nesta palestra será apresentado como centralizar os registros de logs de forma indexada, facilitando a busca e a visualização das informações. Para isso, contaremos com a ajuda da poderosa stack ELK, que é composta por:

Elasticsearch que é uma poderosa ferramenta de análise de dados;
Logstash que permite a manipulação e enriquecimento dos logs;
Kibana que facilita a visualização dos dados coletados;

Venha assistir essa palestra e saiba mais sobre os benefícios da análise proativa dos logs e como a stack ELK pode te ajudar no dia-a-dia, independente do tamanho da sua aplicação.
Docker em Produção
Luciano Antonio Borguetti Faustino
Dicas e truques para evitar problemas em produção.
13:10 às 14:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
14:10 às 15:00 CI com Jenkins na veia em 5 minutos
Bruno Tinoco
Monte um ambiente de Integração Contínua usando o Jenkins para automação de seus Testes, Build and Deployment do seu software
Automação de testes com Docker
Danilo Torres Porcelani
Se você é um daqueles que um dia já deu ?desculpinhas? que não automatiza seus testes porque trabalha com sistema legado e fica tendo que testar manualmente o mesmo comportamento centenas de vezes porque ainda existem muitos desenvolvimentos acontecendo, essa palestra pode te dar algumas ideias.

Nessa palestra, abordaremos a Infraestrutura simples e rápida dos containers Docker e como ele pode apoiar a área de teste nas automações e principalmente facilitar o desenvolvimento.
15:10 às 16:00 Continuous Delivery para aplicações Java com ferramentas open-source
Stefan Raphael de Araújo Teixeira
Nesta palestra, veremos como usar diversas ferramentas open-source para Continuous Delivery de aplicações Java, dentre elas:

GoCD, Packer, Terraform, Ansible, Docker e Consul.

Será mostrado um exemplo de pipeline real, descrevendo exatamente onde cada ferramenta se encaixa.
16:00 às 16:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de Coffee-break, as mesas de alimentação terão disponíveis café, sucos, frutas e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

16:40 às 17:30 Gerenciando falhas em sistemas de Microservices com Circuit Break
Alexandre da Gama Lima
Em uma aplicação de microservices, como podemos lidar com as falhas à sistemas externos?

E como podemos analisar a saúde das requisições externas?

Nesta palestra veremos com muito código como criar fallbacks e circuit breaks para falhas em outros serviços, tornando a nossa aplicação mais resiliente e disponível, e veremos como é possível obter diversas métricas que são necessárias para a análise da saúde da aplicação.
Construindo ambientes com Docker Compose
Rafael Pinho
Aprenda como simplificar a construção de ambientes de desenvolvimento, teste e produção com docker compose.
17:40 às 18:30 Testes de provisionamento: garantindo a qualidade da sua infraestrutura
Glauco Vinicius de Oliveira
Nos últimos anos presenciamos o advento da Infraestrutura como Código, uma abordagem onde a definição e gerenciamento de infraestrutura é realizada através de código-fonte, ao invés de manualmente. O objetivo é garantir a consistência, repetibilidade e confiança do processo de criação, manutenção e crescimento da sua infraestrutura.

Ao mesmo tempo que essa prática facilita e agiliza a criação e provisionamento de novos servidores, ela potencializa um crescimento rápido da infraestrutura, tornando-a mais complexa e difícil de gerenciar manualmente.

Uma forma de lidar com essa complexidade crescente é adotando práticas já conhecidas no desenvolvimento de software: controle de versão, automação de testes, desenvolvimento guiado por testes e integração contínua, por exemplo. Essas práticas em conjunto nos dão mais confiança de que esse processo é consistente e repetível.

O objetivo dessa palestra é explicar como a utilização de testes de provisionamento automatizados, testes que validam que a infraestrutura foi criada e provisionada corretamente, é um mecanismo essencial para garantirmos a qualidade em projetos do mundo real.

Tópicos abordados:

* Infraestrutura como código
* Snowflake servers
* Immutable servers
* Phoenix servers
* Serverspec / Inspec
* Ferramentas de automação de infraestrutura (Ansible / Puppet / Chef)
18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Quinta-feira, 7 de Julho de 2016

10:00 às 18:30 h

Universidade Anhembi Morumbi

Rua Casa do Ator, 275
Vila Olímpia | São Paulo - SP

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

Arquitetos, Desenvolvedores e Administradores de Sistemas


Investimento

presencial:R$ 200,00

Fazendo sua inscrição (presencial) você terá acesso a esta trilha e também a:
Pavilhão de Stands: Venha conversar com pessoas e conhecer empresas incríveis.
Área de Makers: Este ano teremos mini-palestras e workshops, chegou a hora de colocar a mão na massa e surfar a internet das coisas.
Lado B: Uma sala com conteúdo adicional e trilhas horizontais, estamos preparando muitas novidades.
Trilha Stadium: Você poderá assistir às palestras da trilha Stadium, que tem uma seleção de palestras das trilhas de cada dia do evento.


Patrocinadores