TDC 2016
São Paulo
Um dos maiores encontros de comunidades e empresas no Brasil

Trilha Design Thinking Mostrar que o Design Thinking é prática diária

Mostrar que o Design Thinking é prática diária

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 Como explorar o potencial do service design na era da experiência
Priscilla Albuquerque
Estamos na ?era da experiência?, não buscamos mais apenas o serviço e a comodidade, o que queremos a nível de satisfação de desejos é a experiência de consumo, queremos nos sentir especiais. O que quer que você esteja entregando de valor para o cliente, sempre haverá espaço para orquestrar e melhorar a experiência como um todo e elevar seu nível de satisfação. As metodologias do design de serviço oferecem uma série de recursos que auxiliam a pensar na jornada com um todo, resultando em níveis de excelência que podem significar um aumento expressivo da competitividade. Assuntos tratados: - o que é service design - touchpoints e camadas do service - service old school - era da economia criativa x economia da experiência - onde entra o design + design thinking no service - princípios do service design aplicado - processo / métodos - explorando as possibilidades do customer journey
Experiência do Consumidor e do Usuário através do Design de Serviço
Hilton Menezes
O Design de Serviço é uma abordagem interdisciplinar que oferece inovação no campo dos serviços. Combina diferentes métodos e ferramentas, incluindo a abordagem de Design Thinking, para proporcionar uma boa experiência no comércio eletrônico e no uso de aplicativos. Na palestra serão abordados os seguintes tópicos: - Perímetro da inovação nas empresas; - Miopia corporativa na entrega de valor aos consumidores; - O que é o Design de Serviços; - Processo de Design; - Ciência de Serviço; - Como criar serviços diferenciados; - Case 1 - Desenho de serviço para multinacional de TI (Sonda IT); - Case 2 - Desenho de serviço para negócios inovadores na geração e distribuição de energia (Grupo Enel)
11:10 às 12:00 Design Thinking e Beacons no HC da Unicamp
Alessandra Rosa
Como apliquei design thinking para construção de uma solução centrada no usuário para melhorar a comunicação e acompanhamento da equipe de maqueiros dentro do HC da Unicamp Uma das áreas mais solicitadas no hospital é a equipe de transporte de pacientes. Esta é responsável pela transferência de pacientes de suas enfermarias até as salas de exames. No Hospital de Clínicas da Unicamp esta equipe é relativamente pequena para atender o hospital todo, o sentimento de atraso e serviço lento tem criado uma imagem negativa da equipe. A parceria entre o Instituto de Pesquisas Eldorado e HC da UNICAMP foi uma oportunidade para aplicar e desenvolver em um processo criativo multidisciplinar chamado Design Thinking, e com isso criar uma solução e um software que visa a melhoria na comunicação entre os profissionais de transporte e dar suporte ao seu trabalho dando visibilidade do processo e seus trabalhos melhorando assim a imagem do time e melhorando auto-estima dos profissionais de transporte. Este relato de caso teve como premissa inicial provar que beacons poderiam ser utilizados no ambiente hospitalar, para isso houve muitas investigações aplicando métodos de trabalho que envolveu Design Thinking e Pesquisa Exploratória. Estas ferramentas de design foram de suma importância para a descoberta de uma oportunidade dentro do hospital que pudesse trabalhar usando os beacons e aplicativos android. Com esta parceria entre os funcionários do HC da Unicamp e Instituto de Pesquisas Eldorado, foi possível chegar a uma solução factível e que pudesse de fato ajudar agregando valor a equipe de transporte do hospital. Este projeto contou também com um processo de desenvolvimento ágile, chamado Lean UX e teve como maior desafio a integração entre departamentos para desenvolver uma solução que melhorasse a comunicação entre os funcionários sem alterar seus processos de trabalho já existente e consolidados.
Service Design Sprints :: Impactando negócios em apenas 4 dias através do Design Thinking
Renato Endo / Alessandro Ng
Já ouviu falar naqueles Programas de TV onde, em poucas semanas, eles reestruturam um restaurante ou um bar? É exatamente isso que um Service Design Sprint faz para Pequenas e Médias Empresas e até Grandes Corporações. Um Service Design Sprint é um projeto rápido de 4 dias que reúne a equipe do cliente, seus consumidores e designers para melhorar e inovar a experiência de serviço dos negócios. Nesta palestra vamos mostrar na prática, através de um case real, como é possível melhorar e inovar serviços apenas 4 dias.
12:00 às 13:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
13:10 às 14:00 Ferramentas de Design Como potencializador do Empreendedorismo
Luciana H Terceiro
Design Thinking está na moda e muito tem sido dito sobre o assunto, mas na prática, como funciona, como pode ajudar os negócios e principalmente, como colocar em prática os conceitos? Nessa apresentação, pretendemos abrodar ferramentas que podem ser usadas por empreendedores e profissionais que desejam criar e repensar os desafios de suas empresas. Nessa apresentação iremos abordar os conceitos básicos do Design Thinking e como eles podem ser colocados em prática com ferramentas como: 1. Perfil do usuário e sua jornada 2. Canvas de proposta de valor; 3. Design Sprint para prototipação e testes. Dessa forma, é possível criar e testar hipóteses para definir o desenvolvimento de produtos e serviços.
Antropologia e Design: valor gerado entre erros e acertos
Israel Lessak / Carol Zatorre
Um designer e uma antropóloga compartilham suas experiências em projetos de pesquisa para negócios e serviços. Em formato híbrido entre a exposição de cases e a discussão por meio de perguntas dos participantes, os consultores se propõem a abrir a "caixa preta" da inovação, compartilhando aprendizados e promovendo a discussão sobre o valor da pesquisa em negócios e serviços.
14:10 às 15:00 Devs no processo de solução
Luciano Medeiros Marcelino
Descubra quais os prós e contras quando desenvolvedores são integrados no processo de ideação da solução de um produto. Você verá que há muito mais vantagens do que desvantagens!
Painel
Adilson Chicória / Hilton Menezes / Alessandra Rosa / Renato Endo / Alessandro Ng / Camila de Almeida Santos / Fernanda Martins / Vanessa Siqueira / Simone Beltrame / Luigi Cenatti Gianni / Harold Schultz Neto / Rafael Alves Rocha / Igor Drudi / Adilson Chicória
Os palestrantes da trilha de Design Thinking debatem as principais questões envolvendo o Design Thinking hoje em dia e respondem perguntas dos participantes.
15:00 às 15:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de Coffee-break, as mesas de alimentação terão disponíveis café, sucos, frutas e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

15:40 às 16:30 O PODER DA EMPATIA - Como conseguir insights para desenhar produtos e serviços
Camila de Almeida Santos
Os seres humanos são imprevisíveis, erráticos, e emocionais. E, ainda assim, estamos criando algo para eles. Portanto, a fim de trazer com sucesso qualquer ideia à vida, é de extrema importância aprender a identificar e entender os comportamentos humanos que podem alavancar ou matar sua ideia. O desafio é que as pessoas estão mudando seus comportamentos mais rápido do que nunca. Novas tecnologias e plataformas sociais estão dando às pessoas uma percepção expandida de participação e contribuição. Falaremos de inovação, cases de negócios, etnografia, design thinking, design de serviços, empatia e ser tempo, realizaremos uma dinâmica junto aos participantes. As pessoas já não são simplesmente alvos para as promoções das empresas, elas querem sentir que são parte integrante do serviço que essas empresas oferecem. É sobre elas, sobre nós: a espécie mais complicada a viver neste planeta. A fim de inovar nesta economia, não basta compreender e decodificar pessoas, é preciso ir além e aprender a fazer os usuários participarem do processo de construção.
Designers Estratégicos - Agentes de Transformação
Fernanda Martins
Os desafios e as realizações de colocar na prática os 3 pilares do Design Thinking: Empatia, Colaboração e Experimentação no mundo corporativo. Vamos desvendar juntos os processos para disseminar a cultura de inovação em organizações, facilitar a integração de equipes e como a implementação de processos criativos podem transformar o dia-a-dia de uma empresa e entregar resultados efetivos. Esta palestra vai contar como foi o processo de mais de 3 anos aplicando as ferramentas de Design Thinking dentro de uma das maiores agências de publicidade do Brasil: 1- O que eu aprendi com a metodologia (inspiração & criatividade) 2- Como eu apliquei iniciativas inovadoras, geralmente sem custo (dores e sucessos) 3- O que eu acredito de que como o Design Thinking deve atuar em agências num geral para gerar valor para o negócio
Design Thinking na prática: 10 dicas de sobrevivência
Vanessa Siqueira
O Design Thinking vem sendo adotado por diversas empresas em busca do seu potencial para a inovação. Vemos inúmeros projetos e cases de sucesso que demostram a eficácia e maravilhas do processo. Mas para prosperar neste caminho é necessário prever as armadilhas que podem minar o projeto durante o processo. Quais as principais dificuldades e problemas na prática? Como solucioná-los? Preparem-se para 10 bombas em projetos de Design Thinking e conheçam algumas armas para vencerem essa batalha. Com base em sua experiência profissional, a palestrante levantou 10 problemas que na maioria das vezes não percebemos ou não nos preparamos para lidar com eles, mas com os quais já precisou lidar em diversos casos, tais como: riscos e barreiras, transparência e reporte, dificuldades com pesquisa e colaboração, viabilização de protótipos etc. Cada um desses problemas será ilustrado com exemplos profissionais, e juntamente serão apresentadas sugestões de estratégias e ferramentas para minimizar ou até evitar um impacto negativo no projeto.
16:40 às 17:30 Formando times inovadores
Simone Beltrame / Luigi Cenatti Gianni
Inovar é encontrar soluções para pequenos ou grandes problemas. Não significa ?reinventar a roda? ou ter uma ideia milionária a cada semana. Significa quebrar padrões: encontrar novas maneiras de fazer algo que já é feito há muito tempo. É resolver problemas ou se antecipar a eles. É trabalhar de forma co-criativa, nutrindo uma cultura onde arriscar é incentivado e o Designer, Dev, PO, usuário, Time de Atendimento e Marketing trabalham em conjunto para encontrar a melhor solução. Esta palestra contará sobre a experiência na Resultados Digitais com a formação de times inovadores capazes de resolver problemas de forma ágil. Com base nesta experiência, apresentaremos uma nova forma de enxergar o papel de diferentes membros do time além de como inserir o Design Thinking neste processo. Com o crescimento acelerado do nosso Time de Produto, o processo de desenvolvimento inevitavelmente deve passar por mudanças constantes: o que funciona para uma equipe de 10 pessoas com certeza não funcionará para uma equipe de 60. Em algum momento dessa transição, você perceberá que está cada vez menos ágil e incapaz de entregar valor com velocidade. Nossa solução para este problema foi criar times com capacidade de inovar constantemente!
A jornada do herói na construção de marcas
Harold Schultz Neto
Tudo que importa é marca! Uma empresa é tão grande quanto sua marca e não quanto aos seus produtos e ativos. A jornada do herói (aprender, usar, lembrar) vai de encontro com a construção de marcas fortes para fazer com que sua marca seja inesquecível e seu serviço desejado! Uma marca forte é construída sobre o triângulo de marca, ID Mix, Public Mix e Marketing Mix, estes 3 eixos quando bem construídos geram ressonância com seu público e para que eles sejam bem construídos precisamos ter coerência de gestão. A jornada do herói do Design de Serviço ajuda-nos a entender os 3 eixos do Triângulo e construir coerência de gestão, pois nos mostra em quantos pontos diferentes temos contato com nosso publico e que muitas vezes não percebemos. Assim podemos construir os melhores avatares para suas intenções e consequentemente garantir a coerência.
E agora, como implementar?
Rafael Alves Rocha / Igor Drudi
O processo de design thinking baseado no diamante duplo (Double Diamond process) é dividido em 4 fases: :: Discover / Pesquisa :: Define / Síntese :: Develop / Ideação :: Deliver / Implementação A fase de implementação é quando as incertezas diminuem, o estágio de avaliação da viabilidade do projeto inicia, mas as oportunidades de melhoria ainda estão latentes. O objetivo dessa palestra é promover a discussão sobre como realizar o processo de implementação de forma ágil, e se mantendo, iterativo e inovador (características das demais fases do Double Diamond process), apresentado os princípios da gestão ágil de projetos oriundos da área de TI para os praticantes do Design Thinking.
17:40 às 18:30 IBM Studios: onde tech, design e business se conectam
Adilson Chicória
Você irá conhecer o papel dos Design Studios na IBM através da IBM Studios Network. Você irá saber mais sobre como os designers, devs e pessoas de negócio estão praticando o IBM Design Thinking dentro da nossa estratégia de transformação: People + Places + Pratice = Delightful Experiences.
Design Sprint: onde o design e a velocidade importam
Carla Marangoni De Bona
Ao invés de gastar horas e mais horas de desenvolvimento para lançar um produto e só depois conseguir entender se a ideia é boa ou não, você pode usar um atalho:o Design Sprint. Neste método, lançado pela Google, é possível elaborar e testar praticamente qualquer ideia em apenas 40 horas, sem precisar construir e lançar o produto propriamente dito. É um método centrado no usuário, iterativo, prático e colaborativo. Se baseia em Design Thinking e metodologias ágeis para que as equipes possam criar e prototipar soluções de forma bem rápida.
18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Quarta-feira, 6 de Julho de 2016

10:00 às 18:30 h

Universidade Anhembi Morumbi

Rua Casa do Ator, 275
Vila Olímpia | São Paulo - SP

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

Pessoas interessadas em criar algo que tenha relevância para as demais pessoas.


Investimento

presencial:R$ 200,00

online:R$ 90,00

Fazendo sua inscrição (presencial) você terá acesso a esta trilha e também a:
Pavilhão de Stands: Venha conversar com pessoas e conhecer empresas incríveis.
Área de Makers: Este ano teremos mini-palestras e workshops, chegou a hora de colocar a mão na massa e surfar a internet das coisas.
Lado B: Uma sala com conteúdo adicional e trilhas horizontais, estamos preparando muitas novidades.
Trilha Stadium: Você poderá assistir às palestras da trilha Stadium, que tem uma seleção de palestras das trilhas de cada dia do evento.


Patrocinadores