TDC 2016
Florianópolis
Um dos maiores encontros de comunidades e empresas no Brasil

Trilha Agile 100% Agile: Do Sistema Toyota de Produção, passando pelo Scrum até chegar no eXtreme Programming.

Assista (e participe) de debates, palestras e relatos de experiências sobre princípios, valores, papéis e práticas que fazem parte do dia a dia de uma equipe ágil. Entregas curtas, feedback, colaboração, foco nas entregas, automação e qualidade desde sempre. Todos são pontos necessários e serão abordados durante o dia. Venha conferir a trilha Agile!

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 Conheça o trabalho de uma Agile Coach!
Annelise Gripp
Conheça o trabalho de uma Agile Coach!
Como a Permacultura pode contribuir com a Cultura Ágil? (10 min)
Matheus Braun Magrin
O que uma metodologia para planejamento de assentamentos humanos sustentáveis, o movimento Agile e a maneira de solucionar problemas do Design Thinking tem em comum?

Apesar de terem surgido em áreas de atuação bem distintas, seus princípios básicos possuem afinidades surpreendentes.

Vamos conhecer melhor a Permacultura e como ela pode auxiliar na criação de soluções inovadoras no mundo da tecnologia.
11:10 às 12:00 Facilitando concepções de produtos de TI de maneira colaborativas (25 min)
Guilherme Flores da Cunha da Motta
Esta palestra aborda técnicas de "pre-game", inception, direto ao ponto, design thinking e outras tantas metodologias que nos auxiliam no processo de construção de visão e backlog de um produto (com um enfoque em TI e software).

A experiência do usuário é fundamental, este processo é sempre guiado ao valor de negócio que é gerado para o usuário final.
Estrutura de Três Níveis (15 min)
RAFAEL ZULIN
Em desenvolvimento de software existem vários aspectos que coexistem. São eles:
- Comercial
- Financeiro
- De processos
- Técnico

Quando as fronteiras entre cada um desses aspectos não está clara acaba por gerar uma espécie de esquizofrenia generalizada onde as pessoas envolvidas criam suas compreensões particulares do todo dificultando a comunicação e a evoluções que são necessárias.

A estrutura de três níveis é justamente uma forma de abstração do ambiente de desenvolvimento que visa definir claramente as fronteiras entre esses aspectos gerando o entendimento comum as pessoas envolvidas e possibilitando que mudanças feitas em um dos aspectos sejam transparentes aos demais.
12:10 às 13:00 Como a Agilidade conquistou o Polo Sul (25 min)
Felipe Benites Cabral
Durante a época de ouro da exploração antártica, os Capitães Scott e Amuldsen apostaram uma corrida até o Polo Sul. O prêmio? Fama eterna.

Scott era oficial da marinha real inglesa. Tinha todos recursos e tecnologias para obter o sucesso.

Amuldsen tinha um navio emprestado e uma vida dedicada à exploração selvagem e muitas dívidas.

Quais foram os fatores de sucesso do vencedor?
Quais os paralelos que são possíveis escrever com os projetos de software de hoje em dia?
De Sprints ao Fluxo Contínuo: Estratégias de gerenciamento para a melhoria contínua em Agile (25 min)
Luiz Augusto Garcia Tomazzeli
Esta palestra conta a história de um time que nasceu em 2009 e, evoluindo em práticas ágeis, se transformou numa equipe de referência internacional com mais de 100 pessoas.

Em um ciclo de melhoria contínua, desenvolvemos uma estratégia de gestão baseada em rápidas ações, compreendendo:

1) olhar a situação
2) criar emoção
3) dar respostas simples
4) medir e repetir

Nesta sessão vamos ver como foi aplicado estas estratégias de forma prática para atuar nas mais diversas situações de evolução ágil, como: limite do trabalho em andamento (LWIP), coaching, estimativas, motivação, programação pareada entre outras.
13:10 às 14:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
14:10 às 15:00 As 10 lições que eu aprendi implantando o Scrum e que ninguém me contou antes (15 min)
Priscila Soares Elpo
As metodologias ágeis estão na moda, principalmente pela agilidade, pela melhoria na comunicação e na produtividade. Existem diversos materiais falando sobre a implantação dessas metodologias, mas existem algumas dificuldades que não são comentadas, mas que só quem está implantando conhece.
Relação da produtividade em equipes que adotam SCRUM (15 min)
Marina Bellenzier
Na formação de equipes que passam a adotar SCRUM como método de trabalho é necessário compreender o impacto imediado que as mudanças causam nos profissionais envolvidos em relação ao processo de trabalho. Neste sentido, o objetivo da palestra é apresentar estudos de caso relacionando a satisfação e a produtividade de equipes de desenvolvimento de software que passam a adotar o SCRUM.
15:10 às 16:00 Agile sem indicadores globais funciona? (25 min)
Marcos Santos
As metodologias Agile tem tido uma importância cada vez mais significativa nas empresas, desde à sua concepção (Lean Startup) até o efetivo uso nos processos diários de desenvolvimento e manutenção dos produtos.

A literatura explica de forma concisa sobre os artefatos gerados (backlog, sprints iterativos, lições aprendidas, product owner, e etc).

Mas e na sua empresa, como são geradas métricas de alinhamento do contrato com o cliente?

E como você controla a capacidade produtiva de sua equipe? E como isso é divulgado?

Nesta palestra, será apresentado o ANTES e o DEPOIS da medição mais próxima das entregas aos clientes, bugs e capacidade produtiva da empresa.
15 anos depois, a TI brasileira já é ágil? (25 min)
Rafael Nascimento
Em 2016 completamos 15 anos de manifesto ágil. Essa palestra-debate conterá uma introdução sobre esses 15 anos de agilidade no Brasil com comparativos de agilidade na Europa e EUA (gráficos de fontes de pesquisas seguras) e chamará os participantes a debaterem e refletirem sobre certificações, práticas e realidade atual da agilidade nas empresas.
16:00 às 16:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de Coffee-break, as mesas de alimentação terão disponíveis café, sucos, frutas e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

16:40 às 17:30 Data-Driven Quality no Scrum: provando que QA vale a pena! (25 min)
Bárbara Cabral / Bruno Tanoue
Todo Agile Tester precisa antever os defeitos que poderiam ser encontrados pelo usuário, mas como ele prova o valor daquilo que faz para o restante do time? A idéia é mostrar através de métricas ausência de qualidade, como incentivar a ter transparência com os próprios erros e incentivar investigações e correções, influenciando nas métricas do time.
Fronteiras entre o lean e a gambiarra (25 min)
Andrei Tognolo
Big upfront design é coisa do passado. Dificilmente encontraremos alguém que defende que devemos começar com uma arquitetura que tenha a resposta para todas as perguntas. Design evolutivo tem tido um importante papel nessa área. Porém, se estamos focados só no presente, não corremos o risco de criamos gambiarras que irão cobrar altos juros no futuro? Longe de ser uma resposta concreta ou fácil, essa palestra busca explorar as fronteiras entre ser Lean e fazer Gambiarras.
17:40 às 18:30 Gerenciamento da Dívida Técnica em projetos de software utilizando Scrum: uma pesquisa-ação (25 min)
Frederico Oliveira
Toda vez que um time de desenvolvimento não realiza uma implementação com os requisitos de qualidade conhecidos, dizemos que o time acumulou uma DÍVIDA TÉCNICA. Isso pode acontecer de modo intencional ou não, mas é algo que ficamos devendo e que pode impactar no futuro. Com isso, perguntamos: 'Quando pagar a Dívida?'. A resposta para esta pergunta pode não ser tão trivial em um contexto de projeto que usa Scrum para gerenciamento de projetos. Scrum lida com novos requisitos e não dívidas. Neste contexto, o que fazemos? Fizemos uma pesquisa-ação para avaliar um framework de gerenciamento da dívida em 2 empresas brasileiras. Venham conferir!
Agilidade na Política? Em uma das maiores cidades do RS? Quem disse que não? (25 min)
MAURICIO SGANDERLA
Esta palestra é um relato de como em pouco mais de 6 meses conseguimos transformar o setor de desenvolvimento da cidade de Canoas - RS. De um ambiente onde tinha dificuldades em levantamento de requisitos, gestão do processo, qualidade técnica baixa, dificuldades de entrega para um ambiente com entregas frequentes, cliente presente, teste unitários, testes funcionais, equipe motivada, fluxo contínuo, continuous integration, transparência entre outros. Você que acha impossível a adoção dos métodos ágeis em orgãos públicos devido a restrições, hierarquias, pessoas na zona de conforto ou por puramente curiosidade, venha bater um papo comigo e descobrir como realizamos esta transformação que já vem recebendo elogios pela gestão.
18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Sexta-feira, 13 de Maio de 2016

10:00 às 18:30 h

CentroSul

Av. Governador Gustavo Richard, 850
Centro | Florianópolis - SC

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

Todo mundo que trabalha com desenvolvimento de software, incluindo gestores, analistas, desenvolvedores, testadores, designers e diretores de empresa.


Investimento

R$ 200,00


Patrocinadores

DIAMOND


GOLD

SILVER



REALIZAÇÃO